A fundação da cidade de Québec

A fundação da cidade de Québec

28/05/2021 0 Por William Zimmermann
Compartilhar:

Depois da última tentativa de colonização da cidade em 1543, com o forte Charlebourg Royal, passaram-se 65 anos para que os Franceses voltassem a tentar colonizar permanentemente a Nouvelle France ou Nova França. Essa é a história da fundação da cidade de Québec.

A situação na Europa

Por causa da situação política e de guerras que assolavam a Europa, a França muito pouco se interessou em suas terras recém descobertas. Durante algum tempo, a coroa francesa somente se interessava em colocar postos avançados para comércio de mercadorias com os indígenas. Mas no início de 1600, as coisas começaram a mudar.

Em 1603, Pierre du Gua des Monts, um comerciante influente na corte, recebe o direito de, por 10 anos, monopolizar o comércio na região da Nouvelle France. Mais tarde, ele recebe o título de Tenente General da Nova França. E é em 1608 que des Monts designa Samuel de Champlain, um explorador e cartógrafo, como Tenente da Nova França.

Pierre du Gua des Monts

Samuel de Champlain

Samuel de Champlain

Samuel de Champlain era alguém muito experiente, um exímio desenhista, geógrafo e cartógrafo. Tinha entre 35 e 40 anos nessa época. Inclusive, Champlain já havia visitado a região de Québec em uma expedição em 1603.

Champlain convence des Monts que Québec era o local ideal para construir não apenas um posto de comércio, mas uma nova colônia. Naquela época, ainda se tinha a esperança de que o Rio Saint Laurent pudesse levar até a China.

Em 13 de Abril de 1608, Champlain sai de Honfleur, na França, a caminho de Québec a bordo do navio Don-de-Dieu.

3 de julho de 1608 – Nasce Québec

Foi em 3 de Julho de 1608 que Samuel de Champlain chega onde hoje é a Place Royal, no centro antigo de Québec. E ali Champlain funda a cidade Québec. Segundo as palavras de Samuel:

« Je cherchai lieu propre pour notre Abitation, mais je n’en pus trouver de plus commode, ni mieux situé que la pointe de Québec, ainsi appelée des Sauvages, laquelle était remplie de noyers et de vignes. Aussitôt, j’employai une partie de nos ouvriers à les abattre pour y faire notre Abitation. »

Samuel de Champlain

“Eu Procurava um lugar ideal para nossa habitação, mas não pude encontrar um lugar mais conveniente nem melhor situado do que a ponta de Québec, assim chamada pelos selvagens, a qual estava repleta de nogueiras e vinhas. Tão logo, empreguei alguns de nossos trabalhadores para cortá-las e no seu lugar fazer ali a nossa habitação.”

Tradução do trecho anterior – Samuel de Champlain

Talvez você se pergunte o quê significa o nome Québec? Como dito por Champlain, esse era o nome dado pelos nativos ao local e significa, na língua deles: “l’endroit où le fleuve se rétrécit”, ou em português, “lugar onde o rio se estreita.

Observe que Québec fica onde o Rio Saint-Laurent se estreita.

Onde hoje encontra-se a Igreja Notre Dame des Victoires, antes encontrava-se a Habitation de Québec. Você ainda pode ver no chão da Place Royal, em frente à Igreja, por onde passavam os muros da fortaleza. Veja no vídeo abaixo um pouco dessa história que você acaba de ler. O vídeo foi gravado nos locais relatados nessa história.


O nascimento da cidade de Québec – Parte I

Fontes e Referências

A história desse artigo foi baseada no livro do historiador Jacques Lacoursière: Histoire Populaire de la Nouvelle France – Des origines à 1771. Jacques Lacoursière. 2013.

Autor

  • William é brasileiro, nascido na cidade de Feliz, no interior do Rio Grande do Sul. Mora em Québec desde 2019 e é um aficcionado por história. Com formação na área de tecnologia e de línguas antigas, é o apresentador do canal Québec em Foco no YouTube e também do bloco Café com História do podcast Conexão Québec.

Compartilhar: