Conecte-se com a gente

Saúde & Bem-Estar

Falar é o melhor remédio

Ninguém está imune a passar por um sofrimento psicológico em algum momento de sua vida. Que ações estão disponíveis na província do Québec para a prevenção ao suicídio?

Fábio De Almeida

Publicado

em

Acredite no poder da palavra Desistir,  
Tire o D coloque o R que você vai Resistir! 
Uma pequena mudança,  
Às vezes traz esperança e faz a gente seguir.  
Bráulio Bessa. 

Ninguém está imune a passar por um sofrimento psicológico em algum momento de sua vida.  Isso é quase uma regra para quem é imigrante, onde as fases de adaptação (artigo) se sucedem e não raro se acumulam. Falo de cadeira!

Aqui no Hemisfério Norte, onde os invernos trazem dias mais curtos, é muito comum termos épocas do ano em que somos mais suscetíveis à depressão. A falta de claridade e o fato de ficarmos mais em casa, pode dar luz a SAD, ou Depressão de Inverno (artigo).

E em tempos de isolamento social por causa da pandemia, tais sentimentos negativos podem se agravar. Em um artigo publicado em inglês, em 31 de janeiro de 2022, o jornal Global News (artigo) mostrou que, durante o ano de 2021, só na província do Québec, houve um aumento de 21% de casos de garotas adolescentes que chegaram ao hospital após uma tentativa de pôr fim a própria vida.

O que fazer se você está se sentindo triste, cansado, angustiado e sofrendo?

Não se envergonhe, não se sinta diferente, inútil, fraco ou menor. E o mais importante: NUNCA, JAMAIS sofra em silêncio. 

Se pensamentos sombrios passarem a ser muito frequentes ou se você estiver inquieto por alguém que conheça, não hesite sequer um segundo em pedir ajuda.  

Falar abertamente sobre suicídio pode, literalmente, salvar vidas. 

A maioria das pessoas que se suicidam deixam atrás de si um rastro de angústia e de dor e, direta ou indiretamente, expressaram sua intenção de pôr um fim nisso tudo. Portanto, é crucial estar atento aos comportamentos suicidas. Em caso de dúvida, a palavra de ordem é: AJA!

Segundo a Organização Mundial de Saúde, quando nos depararmos com uma situação em que há um risco potencial de suicídio, devemos: 

  • Estar alerta aos sinais frequentes de sofrimento e de angústia. Eles permitem socorramos uma pessoa em perigo. Lembre-se, o suicídio raramente ocorre sem um prévio aviso.
  • Valorizar o pedido de ajuda. Jamais pense que é “mimimi, frescura ou coisa de quem não tem o que fazer”. Nunca diminua o sofrimento alheio.
  • Apresentar todos os recursos disponíveis, em especial os especializados em prevenção do suicídio e em saúde mental.
  • Ser dissuasivo. Descreva as graves sequelas físicas e emocionais tanto para quem o suicídio quanto para a sua família e seus próximos, por exemplo: lesão cerebral, paralisia permanente etc.
  • Sempre alimentar a esperança, dando voz e espaço às pessoas que superaram a angústia e o sofrimento através de ajuda profissional especializada, evitando uma decisão desesperada e sem volta: o suicídio.
  • Considerar o impacto do suicídio nas famílias e nos entes próximos, os acolhendo no seu luto.

AJA!

AMANHÃ PODERÁ SER TARDE DEMAIS.

Recursos disponíveis na Província do Québec:

  • Na Província do Québec, a Linha de Prevenção ao Suicídio é acessível em todo o território, 24 horas por dia, 7 dias por semana: 

1 866 APPELLE (277-3553) 

Linha de Prevenção ao Suicídio – Québec, canadá

Fontes e Referências

Como diz a Mocidade, "sonhar não custa nada e o meu sonho é tão real..." Sou um resiliente imigrante e commis pra toda obra. Não rir e não tomar sustos são meus maiores desafios. Se creio em algo? Claro, em você ser humano. Defeitos? Só um, ser flamenguista. Isso não é defeito? Então sou a perfeição em forma de Fábio! Faça o bem, não importa como, quando, onde e a quem. Apenas faça o bem.

Anúncio
Clique aqui para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.