Série “Como funciona”: as creches em Québec

Série “Como funciona”: as creches em Québec

11/07/2021 1 Por William Zimmermann
Compartilhar:

Se você tem filhos pequenos e está pensando em imigrar para o Québec, uma das perguntas que deve se fazer é: como funcionam as creches em Québec? Existem? São públicas ou privadas? Quanto custa? Neste artigo vamos responder algumas de suas dúvidas.

Para começar, a chamada creche no Brasil, ou infantário em Portugal, em Québec tem o nome de garderie. As garderies acolhem crianças dos 6 meses (poupons) aos 5 anos de idade. Porém, entre os 4 e 5 anos já é possível matriculá-las no maternelle 4 ans (para crianças de 4 anos) ou maternelle 5 ans (para as de 5 anos). Para este artigo, focaremos primeiro na garderie, ou seja, até o final dos 4 anos de idade da criança. Publicamos outro artigo para falar da pré-escola, ou seja, o maternelle 4 et 5 ans (maternal 4 e 5 anos [de idade]). Mas se você está curioso(a) e quiser saber um pouco mais, aqui vai um link do site do governo para você se divertir. Boa leitura! https://www.quebec.ca/education/prescolaire-primaire-et-secondaire/maternelle.

Em Québec, existem 4 alternativas para guardar as crianças enquanto seus pais trabalham:

  • os CPE’s (Centres de la Petite Enfance), Centros da pequena ou primeira infância;
  • as creches particulares (garderies privées), que podem ou não ser subvencionadas pelo governo (subventionnées);
  • os services de garde en milieu familial, Serviços de guarda em meio familiar;
  • o service de gardiennage, ou seja, contratar um(a) babá (gardien(ne)).

Antes de explicar como funcionam cada um desses meios de guarda, é importante destacar que, teoricamente, se ambos os pais trabalham, o governo deveria fornecer para a família uma vaga num CPE, que são, vale dizer, quase que integralmente gratuitos. A realidade, porém, é outra. Com a forte demanda e um número insuficiente de CPEs, modos alternativos de guarda foram criados para contornar o problema como, por exemplo, o milieu familial. Não é raro os pais passarem meses ou até mesmo anos procurando um local para deixar seu filho(a) durante o horário de trabalho.

Os Centres de la Petite Enfance (CPE)

CPE no bairro de Charlesbourg, Québec, QC

Os Centres de la petite enfance ou CPEs, que poderíamos traduzir como “centros da primeira infância”, são como as creches públicas do Brasil. Porém, ainda que públicas, quer dizer, subvencionadas pelo Governo do Québec, elas não são 100% gratuitas. Há uma contribuição parental mensal e obrigatória. O valor atual, por dia útil, é de CAD 8.75 (maio de 2021). No caso de uma segunda criança estudando no mesmo CPE, o valor é reduzido pela metade para a segunda criança. Se você tiver uma terceira na mesma creche pública, o valor diário é gratuito para ela. 👶🏼 👶🏼 👶🏼

Neste valor, além de ajudar com os custos do estabelecimento, estão incluídas as refeições ministradas pelo CPE, como almoço e alguns lanches. O mesmo vale para as garderies privées.

Garderies privées (Creches particulares)

As creches particulares subdividem-se em: subvencionadas e não-subvencionadas pelo governo. As primeiras (subventionnées), terão o valor por dia igual ao de um CPE, ou seja, CAD 8.75/dia útil. Diferentemente de um CPE, elas são geridas por empresas privadas com fins lucrativos. Já as creches não-subvencionadas possuem valores diários entre CAD 40.00 e CAD 60.00.

Algumas creches particulares, principalmente as não-subvencionadas, possuem um currículo diferenciado oferecendo, por exemplo, aulas de alfabetização e o ensino de uma segunda língua. Embora a grande maioria das creches em Québec tenham como idioma base o francês, algumas oferecem todo o seu serviço em inglês.

Services de garde en milieu familial

Os serviços de guarda em meio familiar são pequenas creches geralmente instaladas nos subsolos da residências de seus proprietários. Como nas CPE, o meio familiar recebe crianças a partir dos 6 meses de idade. Dependendo do número de crianças (há um limite em razão da capacidade do local), haverá, além da proprietária, mais uma ou duas gardiennes (como você pode notar, quase sempre mulheres). Você já assistiu o filme “A Creche do Papai”, com Eddie Murphy? Pois é, o esquema é semelhante.

Os meios familiares podem ser subvencionados ou não pelo governo. Em todos os casos, eles devem ser aprovados e fiscalizados pelo governo e todas as gardiennes têm de ser aprovadas e treinadas pelo mesmo. Por causa da dificuldade em encontrar uma vaga em um CPE ou uma creche particular subvencionada, muitos pais acabam optando (ou sendo forçados pela situação) por colocar seus filhos em um milieu familial.

Embora muitos destes services en millieu familial sejam ótimos, não raro a qualidade é inferior a dos CPE’s ou de creches particulares. Como sugestão, antes de colocar seu filho(a) num desses serviços, verifique se a gardienne proprietária possui todas as certificações do governo. Visite as instalações, observe a limpeza, a luminosidade, o aquecimento, se há desumidificador, se as saídas de emergência são acessíveis, se o entorno é seguro (cercas, animais, piscina, brinquedos, distância do parque público). Já aconteceu de visitarmos alguns desses centros e saírmos com uma péssima impressão da cuidadora e da higiene e segurança do local.

Gardienne (babá)

Outra opção disponível, porém mais cara, é a contratação de um(a) babá particular. Mas a falta de mão de obra pode tornar um desafio achar uma babá em Québec.

E se for somente alguns poucos horários durante a semana?

Se você precisar deixar seu filho(a) aos cuidados de alguém por poucas horas, há a possibilidade de deixar em uma garderie particular. Algumas oferecem esse serviço, obviamente (muito bem) pago.

Como fazer a inscrição ou matrícula

O site La Place 0-5 é o meio oficial para inscrever seu/sua filho(a) em uma creche em Québec.

Para matricular seu filho(a) em uma garderie subvencionada ou um CPE, você deverá obrigatoriamente inscrevê-lo(a) em uma lista de espera no site do governo La Place 0-5 (https://www.laplace0-5.com). Através desse site você consegue ver as creches disponíveis na sua região e se há vagas (o que raramente acontece). Você poderá inscrevê-lo(a) em uma ou mais creches e ver detalhes sobre as mesmas (como horário de funcionamento e atividades que fazem com os pequenos). Porém, se na teoria o La Place 0-5 é suficiente para achar uma vaga, saiba que na prática a coisa muda de figura. O que fazer, neste caso?

Visite as garderies pessoalmente. Insista. Ligue. Peça recomendações. Se inscreva em grupos de Facebook onde pais e creches publicam vagas disponíveis. Não espere pelo governo… Pessoalmente, não conheço ninguém que teve sucesso somente pelo La Place 0-5.

Após conseguir uma vaga, você terá que enviar para a garderie o número de inscrição do seu filho(a) no La Place 0-5. Também terá que enviar vários documentos, como a Permis de travail, cópia do passaporte e alguns formulários. Além disso, todo mês será descontado na sua conta o valor da contribuição para uma Garderie Subvencionada ou CPE (8.75 CAD x número de dias úteis durante o mês).

E se eu não conseguir uma garderie pública ou subvencionada?

Aí meu amigo ou amiga, é bom você ter uma alto salário ou uma boa reserva. O governo até vai te ajudar restituindo uma parte do valor gasto com creches privadas (que variam entre CAD 1.500,00 – 3.000,00 por mês). Mas se você estiver aqui como Trabalhador Temporário Qualificado, por exemplo, a restituição virá somente depois da declaração de imposto de renda no ano seguinte.

Seu filho ou filha já está (ou esteve) matriculado em uma garderie? Conte sua experiência nos comentários. Não esqueça de compartilhar o artigo.

Fontes e Referências

Autor

  • William é brasileiro, nascido na cidade de Feliz, no interior do Rio Grande do Sul. Mora em Québec desde 2019 e é um aficcionado por história. Com formação na área de tecnologia e de línguas antigas, é o apresentador do canal Québec em Foco no YouTube e também do bloco Café com História do podcast Conexão Québec.

Compartilhar: